Buscar
  • Paulo Fagiani

Migrando workloads para a nuvem



Um dos maiores desafios enfrentados pelas empresas atualmente está ligado à sua capacidade de modernização e adequação tecnológica em um ambiente de negócios dinâmico e cada vez mais competitivo. Podemos perceber que existem muitas variáveis envolvidas na tomada de decisão quando o assunto é a migração de aplicações ou workloads para a nuvem.


De uma forma geral, os sistemas têm características únicas e muitos deles foram construídos com uma arquitetura que nem sempre possibilita a sua rápida movimentação de um datacenter tradicional para um ambiente elástico e com engrenagens complementares gerenciadas e entregues como serviço.


Via de regra, estes fatores acabam se tornando argumentos para uma postergação da avaliação e enfraquecimento das possibilidades e oportunidades de economia, escalabilidade, redundância e segurança que possam vir a existir com uma variedade de respostas prontas que são dadas por uma quantidade ainda significativa de profissionais da área de TI: “esse sistema é muito antigo para migrar” ou “os requisitos específicos desta aplicação demandam que ela esteja local” ou ainda algo como “na nuvem não podemos garantir a segurança e continuidade dos nossos servidores pois não temos acesso físico a eles”.


Quanto mais temos trabalhado em projetos dos mais diversos segmentos e negócios, mais temos percebido que a desinformação é uma das principais causas dessa resistência e com um esforço menor que o imaginado temos conseguido adequar, transformar, migrar e lançar workloads a partir de sistemas legados antes nunca pensado possíveis de existir na nuvem.


Apesar da nuvem ser um tópico relativamente recente, o conceito por trás dela é algo tão antigo quanto a terceirização. Muitas equipes buscam eficiência através da contratação de empresas especialistas que conseguem atender determinadas demandas com eficiência e menor custo de gestão pois possuem experiência e escala de entrega para muitos clientes . Isso viabiliza o acesso a serviços especializados outrora inalcançáveis para os pequenos, mas também entregam velocidade para as grandes corporações.


A nuvem é o conjunto de uma infinidade de serviços gerenciados, cada dia atendendo mais e mais demandas de forma eficiente e com menor custo. Sistemas que antes se diziam inviáveis de migrar, são plenamente possíveis de encontrar soluções eficazes neste novo modelo de negócio.


Sendo assim, é imprescindível contar com um parceiro certificado, que conheça e acompanhe o crescimento destas ofertas constantemente para poder apoiar na avaliação, mensuração e capacidade de transformação, execução, operação e suporte para viabilizar a jornada para a nuvem.


A Veezor tem consistentemente ajudado dezenas de empresas, de startups a enterprise, a planejar, adequar, transformar e migrar centenas de workloads para a nuvem. Seja qual for o seu desafio, é certo que existe um caminho aberto para uma mudança que pode transformar o seu negócio.

5 visualizações0 comentário